Constrate:
Conhecer e Transformar Ciências da Natureza

Ciências da Natureza e suas Tecnologias

Código: 0008P21507

O projeto integrador faz parte das chamadas metodologias ativas. Assim, a proposta pedagógica de Conhecer e Transformar incorpora atividades inovadoras, com participação protagonista do aluno em intervenções sociais e inserção na cultura digital, ao mesmo tempo em que valoriza conteúdos dos componentes curriculares de Ciências da Natureza e apresenta atividades individuais de reflexão e pesquisa. Desse modo, combina a tradição no ensino de Ciências com as práticas inovadoras propostas pela BNCC.

Por meio dos projetos integradores de Conhecer e Transformar, os estudantes serão agentes, tendo como base sua experiência e vivência nas discussões sobre temas complexos que a sociedade e/ou a escola enfrentam, como a geração e o destino de resíduos, as mudanças climáticas e o aquecimento global, a comunicação científica na Era da Internet, o conforto no ambiente escolar, o envelhecimento humano e o uso de substâncias psicoativas.

Estrutura da obra

Considerando as diferentes realidades do universo escolar brasileiro, os seis projetos de Conhecer e Transformar foram pensados para ser trabalhados de modo independente, possibilitando ao professor e aos estudantes a realização de um trabalho de acordo com suas necessidades e especificidades. Cada projeto apresenta roteiros subdivididos em etapas, que partem de proposições investigativas, que convidam os alunos a pôr a mão na massa e, ao mesmo tempo, refletir sobre a realidade por meio de uma questão problematizadora inicial. Por meio desses percursos investigativos, os estudantes levantam hipóteses, coletam dados e propõem soluções que possam transformar sua comunidade. Isso será feito por meio de pesquisas ou consultas em sites, vídeos, livros etc., além de entrevistas e dinâmicas interativas presenciais ou digitais (por exemplo, produção de flash mobs, blogs e vídeos), de modo muito animado. Além disso, há atividades práticas, como experimentos e criação de modelos, típicos do ensino de ciências. Ao final de cada projeto, os estudantes irão confeccionar um produto, que, exposto a um público maior, fará deles protagonistas de intervenções sociais. A última atividade é a avaliação, em que todos os envolvidos refletirão sobre o desenvolvimento do projeto, analisarão os resultados e contemplarão os acertos e os pontos que poderiam ter sido realizados de outra maneira, preparando-se para situações futuras da vida.

Abertura do projeto

Em páginas duplas, apresenta imagens e questões que procuram aproximar o tema a ser estudado da realidade do estudante. As hashtags e as questões para discussão têm o objetivo de estimular a análise do assunto, de acordo com as vivências, as observações pessoais e o repertório de vida. É o momento inicial para os estudantes dialogarem, refletirem e expressarem suas ideias.

Apresentação do tema

Realizada por meio de imagens e textos para contextualização e problematização. Isso é feito recorrendo a dinâmicas e práticas que oferecem uma abordagem social do assunto. Uma questão norteadora irá guiar o jovem e desencadeará a investigação, as soluções e criações até a finalização do projeto.

Qual é o plano?

Nesse momento são apresentadas as etapas principais do projeto, do início à conclusão. São informações sobre a relação do tema com a vida cotidiana e a proposta do projeto: “O quê?”; “Pra quê?”; “Por quê?”; “Como?”. Além disso, os participantes decidirão o planejamento da ação, como desenvolver os roteiros, o cronograma, a distribuição da turma em grupos e dos materiais que irão precisar.

Roteiros

Cada projeto tem dois ou três diferentes percursos com questões para investigação, o que possibilita várias aprendizagens.

Fazendo acontecer

Nesta seção, os estudantes irão colocar a mão na massa para a produção final, que terá vários formatos, dependendo do projeto. A conclusão será o grande momento em que ele será compartilhado com a escola e/ou comunidade e públicos maiores.

Olhando o que vi e fiz

Hora de fazer uma avaliação geral com todos os envolvidos no projeto, retomando os objetivos iniciais. Como os estudantes e a comunidade se beneficiaram?

Projetos

  1. Gestão de resíduos: em busca de soluções
    Tema integrador: STEAM
    Produto final sugerido: feira sobre alternativas para a destinação de resíduos
  1. Aquecimento global: o futuro em perigo!
    Tema integrador: Protagonismo juvenil
    Produto final sugerido: evento com flash mob e documentário sobre o tema “Mudanças climáticas”
  1. A comunicação científica na Era da Internet
    Tema integrador: Midiaeducação
    Produto final sugerido: campanha de divulgação científica nas mídias sociais
  1. Conforto ambiental: para quem?
    Tema integrador: Mediação de conflitos
    Produto final sugerido: regras de convívio com civilidade e realização de assembleia
  1. Envelhecer no século XXI
    Tema integrador: STEAM
    Produto final sugerido: construção de maquete com resultados e protótipos de instrumentos visando à melhoria da qualidade de vida de idosos
  1. Cuidar de si e ser feliz
    Temas integradores: Protagonismo juvenil e Diversidade cultural
    Produto final sugerido: produção e exibição de flash mob e de festival cultural para a comunidade escolar

Manual do Professor

Cada projeto conta com um manual específico para o professor, em que há orientações de execução de cada percurso, materiais necessários, gestão da sala de aula, objetivos, competências gerais e específicas e habilidades desenvolvidas.

O manual inicia-se com uma apresentação do projeto para o educador, relatando o tema e os eixos integradores, além de uma breve contextualização. Após esse ponto, o manual explicita os objetivos e as justificativas desses objetivos, relatando como a BNCC se insere no projeto, listando as competências gerais, as competências específicas de Ciências Humanas e Sociais Aplicadas e as habilidades. Além de listar as competências, o manual explica brevemente em que momento do projeto elas se inserem. O manual então apresenta um cronograma de trabalho, listando as etapas por aula.

Depois disso as explicações se dão por seções. No manual há indicações de como conduzir cada etapa bem como as respostas às questões do Livro do Estudante. Por fim, são apresentadas sugestões de como conduzir a avaliação.

O manual conta ainda com leituras complementares e material extra sugeridos ao educador.

Videotutoriais

A obra é acompanhada de seis videotutoriais (um para cada projeto), em que são apresentados os objetivos e a estrutura de cada projeto, fornecendo ao professor subsídios para seu planejamento, preparação e condução dos projetos dentro e fora da sala de aula.

Os videotutoriais elucidam como trabalhar os projetos, dando informações e sugestões de percurso que vão além do Manual do Professor específico. O vídeo, por se tratar de outra linguagem, também pode apresentar alguns recursos de forma mais clara e acessível ao educador.

Navegue pela obra

Materiais Digitais do Professor

Mapeamento BNCC

Autores